Top das mentiras que envolvem a nutrição

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é b14f24ae-269f-4fbf-b487-d621adebefdf-13-681x1024.jpgPor: Dra Fernanda Liane 
Nutricionista, Ortomolecular, Estética e Fitoterapia

 

 

 

 

Dieta Saudável é um dos temas mais discutidos atualmente. Talvez por isso a nutrição esteja mais sujeita às notícias falsas.
Comumente, o modo como as informações são veiculadas é tão claro e convincente que a adoção da estratégia anunciada é imediata. Mesmo que as pessoas procurem um profissional de saúde para esclarecerem suas dúvidas, na maioria das vezes, buscam uma resposta objetiva, sem reflexão sobre as informações veiculadas.

Antes da resposta imediata de questões relacionadas à alimentação e nutrição é importante instigar a pessoa a uma análise crítica sobre o tema.
Algumas vezes, não percebemos que as informações divulgadas pela mídia utilizam estratégias persuasivas para a compra de um produto ou adoção de uma dieta que não é necessariamente saudável. Por isso, temos que estar atentos a essas questões. Algumas dicas para não cometermos erros é nos questionarmos.

1- Por que devo fazer isso?

2- A informação é verdadeira?

3- Qual a minha relação com alimentação?

4- Está estratégia condiz com minha realidade?

5- Será que pode causar algum dano a minha saúde?

6- Existe outro alimento que proporcionará benefícios a minha saúde?

Atualmente foram desbancadas grandes balelas que, no fim das contas, prejudicam a busca por uma dieta saudável.

Top das mentiras que envolvem a nutrição:

  • Praticar exercício físico em jejum emagrece – Com o desejo de emagrecer e sem acompanha mento de um profissional capacitado, muitas pessoas alteram o seu padrão alimentar de forma errada, o que pode prejudica o desempenho físico e a saúde. A redução do peso por desidratação e perda de massa muscular não são interessantes e é isso que acontece com essa prática. Ocorre perda de massa magra,
    pois na ausência de carboidrato para gerar energia ocorre uma degradação de proteínas corporais, ou seja, ocorre diminuição do peso, mas não significa perda de gordura corporal.
    Para um emagrecimento real é preciso que haja perda de GORDURA CORPORAL , e uma relação harmoniosa entre a ingestão de calorias e prática de exercícios.
  • Gelatina reduz flacidez, ajuda a tonificar o seu corpo – Não há nenhum estudo científico que faça essa relação entre o consumo de gelatina e diminuição de flacidez, hábitos saudáveis, prática de exercícios físicos e alguns tratamentos ajudam tornar a pele mais firme.
  • Não pode cozinhar com azeite – Há quem fale, em altas temperaturas, as gorduras benéficas do azeite se convertem em substâncias nocivas. Isso não acontece, para tal, ele precisaria ser submetido a altas temperaturas, e por longo tempo, o que não
    ocorre nos preparos caseiros. Em contrapartida, durante o processo de fritura, parte dos compostos antioxidantes se perdem. Vale ressaltar também que não é tanto assim, pois ainda vale a pena colocá-lo na panela e aproveitar as suas propriedades.
  • Tapioca é um alimento maravilhoso para as dietas de emagrecimento – A tapioca é um alimento que ganhou fama nos cardápios fitness, ela não faz milagres. A tapioca é rica em carboidrato e possui um alto índice glicêmico, isto é, absolvida de forma
    rápida, causando picos de glicemia e com isso podendo levar o acúmulo de gordura, o seu índice é ainda maior do que o pão francês. Existem formas de melhorar esse índice.
    Uma dica: Consuma tapioca com proteínas e sementes. Use sempre o bom senso!!!
  • Óleo de coco emagrece – Os resultados dos estudos a seu respeito ainda são inconclusivos.
  • Só pode tomar o Whey protein quem malha e tem que ser depois do treino – Não é uma regra, o whey pode ser usado por vegetarianos, idosos, mulheres grávidas, crianças, tudo depende da necessidade de cada indivíduo, pode ser usado para substituir uma refeição. Ele não necessariamente deve ser consumido pós treino.
  • Todos devem consumir alimentos sem lactose – A dieta sem lactose é recomendada as pessoas que apresentam intolerância ou algum desconforto gástrico somente.
  • Todos devem excluir totalmente o glúten da alimentação– O número de adeptos do regime glúten-free tem aumentado, devido ao modismo. Dietas com restrição de glúten são difíceis de ser mantidas por longos períodos de tempo, além de ser considerada uma dieta monótona, pode apresentar redução na ingestão de vitaminas
    do complexo B, ácido fólico e minerais. A dieta sem glúten é recomendada para pessoas que manifestam sensibilidade ou doença celíaca.
  • Água com gás dá celulite – Consumi-la não trará malefício algum, desde que não seja consumida em excesso, ela tem em sua composição a adição de gás carbônico, não possui açúcares e é interessante no processo de desmame do refrigerante.

1

É meus amigos….
Quanto besteirol ouvimos por aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *